Por IBRAIMO IBRAIMO, CEO DO BCI – Banco Comercial e de Investimentos

Moçambique é considerado um dos casos de maior sucesso em África no que refere à reconstrução pós-guerra e à recuperação económica. Desde a assinatura do Acordo Geral de Paz, em 1992, o país é um exemplo de estabilidade política, o que o torna um destino atrativo para o investimento. A sua localização privilegiada na costa oriental de África permite que os seus portos constituam o acesso natural e economicamente mais viável para o desenvolvimento de intercâmbios comerciais com seis países da região Austral do continente, para além de constituir uma plataforma para um mercado de mais de 250 milhões de consumidores na região da SADC.

 

Ao nível do setor bancário, o sucesso e esperança no futuro tem sido marcada pela intervenção determinante do BCI – Banco Comercial e de Investimentos, um Banco universal orientado para a satisfação das necessidades dos seus Clientes e para a criação de Valor aos seus diversos parceiros.

Fundado em 1996, por iniciativa de um grupo de investidores moçambicanos, como um pequeno Banco de Investimentos, o seu projeto de negócio arrojado e inovador granjeou rapidamente o interesse de parceiros internacionais de referência, o que culminou com a entrada na sua estrutura acionista de duas entidades com créditos firmados no negócio bancário internacional: o Grupo português Caixa Geral de Depósitos (CGD), em abril de 1997, com uma participação de 60 por cento; e o Grupo Banco Português de Investimento, em dezembro de 2003, em resultado de um processo de fusão bem-sucedido com o Banco de Fomento (BF), então detido pelo BPI, através da integração dos seus ativos no BCI. O novo acionista passou desde então a deter 30% das ações.

Refletindo os valores da sua Missão de “contribuir ativamente para o desenvolvimento económico e social de Moçambique, criando valor e gerando satisfação para Clientes, Acionistas, Colaboradores, Parceiros e Comunidade em geral, de modo socialmente responsável e sustentável”, conjugados com a Visão de “ser o Banco preferido pela maioria dos moçambicanos e uma referência para o sistema financeiro, ao nível da aplicação das melhores práticas, da competitividade e da inovação, visando alcançar a liderança do mercado”, o BCI foi, desde a sua criação, o principal protagonista das mudanças operadas no conceito e no mapa do sistema bancário moçambicano.

Partindo de uma posição de “outsider” à data da sua criação, e concorrendo com instituições profundamente enraizadas no sistema, o BCI viu consolidado em 2012 a sua posição de segundo maior Banco do país, sendo, entre os quatro maiores players, o que melhores indicadores de crescimento apresentou nos últimos dez anos, nomeadamente em volume de depósitos, carteira de crédito, volume de negócios, ativos e crescimento do número de novas agências.

Crescimento Comercial

Com a abertura de oito balcões em 2012, a Rede Comercial encerrou o ano com 128 Agências bancárias algumas das quais multifuncionais, de que resulta 138 Unidades de Negócio correspondentes a 114 Agências Universais, 14 Centros e Espaços BCI Exclusivo, dois Espaços BCI Private e 8 Centros BCI Corporate.

Imagem e Marca

Ao bom desempenho financeiro, alia-se uma imagem corporativa de grande notoriedade no seio dos diversos segmentos da comunidade, o que decorre da profunda identificação do Banco, sistematicamente reforçada, com a Cultura e Valores locais. O BCI viu igualmente a sua imagem Institucional reforçada através de diversas Campanhas e Ações de Comunicação e de Relações Públicas, que visaram fortalecer o posicionamento do BCI como marca moçambicana próxima e relevante para os seus Clientes afirmando a estratégia “BCI - É daqui”.

 

BCI distinguido como o “Melhor Banco em Moçambique” em 2012 pela Global Banking and Finance Review

A Global Banking and Finance Review, prestigiada publicação internacional de especialidade na área financeira, divulgou no seu portal a eleição do BCI como vencedor do Prémio “Best Bank Mozambique 2012 ”, ou seja, o Melhor Banco em Moçambique, em 2012.

O BCI é o único Banco Comercial moçambicano referenciado, em reconhecimento do mérito da sua atuação no setor financeiro moçambicano em áreas como a inovação bancária, a estratégia de investimento e os resultados.

Esta eleição é mais um reconhecimento inequívoco do sucesso da estratégia de crescimento e desenvolvimento do Banco, e vem juntar-se a outras distinções recentemente atribuídas ao BCI, a nível nacional e internacional, de entre os quais se destacam:

Best Commercial Bank in Mozambique 2012 atribuido pela World Finance, uma das mais prestigiadas publicações mundiais da especialidade;

Prémio “International Diamond Prize for Customer Satisfaction 2012”, pela ESOR – European Society for Quality Research (Roma, junho de 2012)

“Melhor Banco da África Austral”, nos African Banker Awards 2012 (Arusha, maio de 2012)

“Melhor Banco de Moçambique” (Golden Arrow Award 2012), pela PMR.africa (Maputo, maio de 2012)

Prémio “International Quality Summit Award (IQS)” pela BID – Business Initiative Directions (Nova Iorque, maio de 2012)

“Troféu Internacional Europa à Qualidade”, pela Global Trade Leaders’ Club (Madrid, maio de 2012)

Prémio “International Arch of Europe (IAE)” pela BID – Business Initiative Directions (Frankfurt, abril de 2012)

Estas conquistas vêm demonstrar que o BCI é cada vez mais o Banco preferido pelos moçambicanos e uma referência no âmbito do sistema financeiro de Moçambique, posicionando-se ao serviço do desenvolvimento da economia, das empresas e das famílias moçambicanas, de forma socialmente responsável e sustentada.

 

Contactos (Sede)

Av. 25 de setembro,

Prédio John Orr’s, n. 1465.

Maputo - Moçambique

T: +258 21353700

F: +258 21309831

www.bci.co.mz

 

 

 

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Add comment


Security code
Refresh

Edições Impressas 

Temas de Capa

izmir escort bayan mersin escort bayan

Free Porn videos

Thousands of free porn videos are available to stream in HD at free porn!